À Deriva

rua deserta

Sustentada por força desconhecida,
Passei por ruas desertas, mar nervoso e rio sem movimento

Não aprendi a contar os dias ou reconhecer vidas
O vazio refletia minha alma
Nua, lânguida, translúcida e fria

Continuar lendo “À Deriva”

Anúncios