Sobre Desejos e Amor

Esse texto longo
Que formam teus cabelos
São doces poesias sobre mim
É pura ternura. Perfumada.
Que se espalha e acaricia.
Deliciosa alegria
Do existir.

Esses lábios
Ora descoloridos
Ora avermelhados
Se confundem com os meus
Ás vezes contornam meu momento
De beijos e devaneios
Que se tracejam em outra dimensão
Do sentir.

Essas tuas mãos finas
Que em minha pele encontram abrigo
Trazem arrepio
Trazem polida emoção
Transfigurada de paixão
Que não cura nunca
Porque também é amor.

E essa tua alma tão densa
De vigorosas certezas sobre nós
É o que mais me importa.

E nada em mim mais se “insurporta”
Que a agonia da tua ausência.
Prefiro da vida a latência
Do que esperar-te em vão à minha porta.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s