Destino que Destoa

Estes propósitos destoantes
Dos outros que outrora compus
Quais se acertam, por ventura?
Quais sucumbem a minha luz?

Estes e outros mais
Impregnam as minhas ideias
Quando penso que estou em paz
Tomo outros rumos e maneiras.

Sob a égide graciosa da lua,
Procuro apenas meu caminho
– Mais para o bosque, continua…

Indo e vindo o canarinho
E logo à esquerda do lago
Vejo, tranquilo, meu destino.

Anúncios

Um comentário sobre “Destino que Destoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s