O Paraíso N’um Abraço

abraço gatinhos

De querer-te de manso e de leve,
Iluminando os contornos de minhas visões
Quero-te arrebatadoramente também
Quero-te confusamente em turbilhões.

No amanhecer dos dias ligeiros
Com beijos cheirando a lírios partidos
As nuvens percebem nossos passos
E nossos corpos, no abraço, recolhidos

Como se não fosse o sentimento bastante
Ainda procuro viver em outros modos,
Mas a vida completa é só a da gente.

Quando comungamos o mesmo ar e espaço
E o mesmo sorriso dente a dente,
Sabemos: o paraíso é dentro d’um abraço!

Anúncios

Um comentário sobre “O Paraíso N’um Abraço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s