Incoerência

Por que não ateia fogo,
Sobre os papéis que não deseja?
Sobre as histórias?
Sobre a fuga que planeja?

Que exploda esse arco íris brilhante!
Que se foda esse futuro que acerta!
Ele quer é errar!
Ele quer chocar!

Onde foram as letras?
Onde, em que mundo, em que relâmpagos ou tornados
Se escondem?
As letras que dizem o que não se quer medir…

“-Auto lar, senhor mordomo!
Não se permite isso
As ordens são como são
Não faça nada diferente!”

Por que não ateia medo?
Sobre os corações já assustados?
Por que não destrói?
Por que não corrói, esses que já andam enjaulados?

Anúncios

2 comentários sobre “Incoerência

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s