Loreena McKennitt: A Voz da Deusa

Loreena McKennitt foi uma das grandes descobertas da minha vida. Esta nobre senhora ruiva conquistou minha admiração e respeito de modo como poucos artistas até hoje o fizeram.

Loreena é cantora, compositora, pianista e harpista canadense, de ascendência irlandesa e escocesa, nascida em 17 de fevereiro de 1957, cujo estilo musical é marcante, com toque erudito e muitas vezes classificado como celta eclético.

200px-Loreenamckennitt-anoriant2008

Conheci esta adorável senhora numa tarde, há cerca de seis anos atrás, ao assistir ao filme “The Mists of Avalon” (As Brumas de Avalon, de 2001).  Na cena inicial, percebe-se a introdução da música “The Mystic’s Dream” apenas na forma instrumental. Em meados do filme, numa das cenas mais marcantes, a canção retoma, introduzindo a voz suave e intensa de Loreena. Logo ali, ao ouvir a música pela primeira vez, despertei o desejo de conhecer quem seria a alma divina que possuía aquela voz de anjo. (Inclusive, este filme recebeu indicação ao Oscar como melhor trilha sonora).

Após uma pequena busca na internet, descobri o tesouro! Passei a escutar com frequência dois de seus álbuns: An Anciente Muse (2006) e A Midwinter Night`s Dream (2008).

Quando eu a ouvia, parecia me transportar para qualquer outra dimensão. Sentia-me iluminada e toda a natureza em minha volta tingia-se de uma cor mais vívida.

Lembro-me de que a época que mais escutei Loreena foi num período chuvoso, onde a chuva e seus efeitos pareciam magia, o verde era intensamente mais verde, e ainda hoje, quando a escuto me sinto transportada para um nível mais elevado de meu ser. Sua voz parece adentrar a alma, numa conexão poética e sublime.

Além de todos seus atributos artísticos,  ela é proprietária da Produtora Musical Quinland Road; possui envolvimento em causas sociais, (sendo participante ativa em entidades filantrópicas); é doutora honoris causa em Letras, pela Universidade de Wilfrid Laurier; e em julho de 2004, o Governador Geral Adrienne Clarkson condecorou Loreena com a Ordem do Canadá, a mais prestigiada ordem para civis.

Em 2013, a cantora veio pela primeira vez ao Brasil e se apresentou em Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo.

Os temas de suas canções quase sempre se referem à natureza ou retratam temas religiosos, de forma que agrada tanto àqueles que possuem crença vinculada ao cristianismo, como também aos pagãos, pois suas músicas muitas vezes se referem a eventos da roda do ano.

Porém, não é preciso ser religioso para se sentir envolvido por seu trabalho, que em si, é um grande espetáculo. Suas apresentações envolvem um grande número de músicos, com muitos instrumentos folclóricos, sons eletrônicos e sua voz, que certamente é o principal instrumento do concerto.

Se a grande Deusa possuísse uma voz, penso que seria a voz de Loreena: doce, marcante, suave e de uma profundidade singular. Grande Loreena McKennitt! Que honra dividir a contemporaneidade com este anjo de luz!

Abaixo, um vídeo da música “The Mystic’s Dream”, a qual integra a trilha sonora do Filme “The Mists of Avalon” (As Brumas de Avalon, de 2001):

Anúncios

3 comentários sobre “Loreena McKennitt: A Voz da Deusa

  1. Que ótimo uma postagem sobre essa deusa (rs)… outra curiosidade é que a sua temática ‘mística’, refere-se a vivências dela, por exemplo no álbum ‘The Book of Secrets’, cada canção é registro de uma experiência em um local ‘sagrado’, em países e épocas diferentes. No encarte do álbum tem as informações e citações que lhe inspiraram. Suas canções tratam de sua jornada de transcendência, por isso religiosa. 😉

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s