Reflexos

Um brilho transcendente
Ilumina teu rosto presente
Amiúde, os reflexos do instante
Em minha memória se repetem
Depois, em meu ser silente
Quando ausente, o teu ser, do meu alcance
Eu quero no teu ardente beijo
Sonhar, ainda, que é real
A própria realidade que nos ampara
Crer ainda que é surreal
A magia dos sonhos que nos inspira
Além do Bem e do Mal
Em órbitas distantes e esquecidas
Em estrelas, já por demais adormecidas
Em meu coração simplesmente
Aquecido de tua lembrança, repetidamente
Palpitando a imagem de teu rosto
O tempo inteiro em minha mente.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s